Marketing De Contedo Como Usar Essa Estratgia Na Contabilidade (1)

Marketing De Conteúdo: Como Usar Essa Estratégia Na Contabilidade?

Marketing De Conteúdo: Descubra Como Funciona A Metodologia Que Mais Entrega Resultados Para Os Contadores Que Decidiram Usar A Internet Como Forma De Tracionar As Suas Vendas No Brasil Inteiro!

Desde o seu primeiro contato com o marketing, eu tenho certeza absoluta que já ouviu falar várias e várias vezes sobre marketing de conteúdo, não é?

Mas, afinal de contas, o que é isso e por que todas as empresas que mais colecionam resultados de excelência usam essa metodologia para garantir que o faturamento continue a subir e que o posicionamento nos mecanismos de busca esteja sempre perfeito?

Aliás, você sabe como funcionam o textos que mais são capazes de vender um serviço contábil na internet? Sabe como desenvolver um texto assim para conseguir cada vez mais oportunidades de venda e garantir crescimento não só de faturamento, mas de visibilidade para a sua empresa contábil?

Não?

Então, leia este artigo até o final, porque, aqui, você vai descobrir tudo isso, além da fórmula perfeita que eu uso dentro da minha agência e vai te garantir resultados espetaculares que você nunca imaginou ter.

O que é marketing de conteúdo?

O marketing de conteúdo é uma estratégia simples que tem o objetivo gerar materiais de alto valor agregado para atrair novos prospects através da prospecção passiva, ou seja, sem a necessidade de uma base de contatos para ligar ou mandar e-mails ofertando os seus serviços.

Mas, o marketing de conteúdo vai mais adiante: além de atrair novas oportunidades de venda, com o seu auxílio, é possível conduzir o usuário até o momento ideal para a oferta, passando pelas fases de nível de conhecimento, apoio na resolução de problemas (ou para alcançar um objetivo) e geração de valor para os serviços contábeis.

Assim como você já sabe, a maioria dos seus clientes não têm o mínimo de conhecimento sobre questões contábeis e as oportunidades que o seu ramo de trabalho pode levar até ele. Sendo assim, com o apoio de estratégias como o marketing de conteúdo, você educa para depois vender.

E por que educar para depois vender?

Você já teve que lidar com centenas de pessoas que estavam atrás dos seus serviços apenas por achar que ele não passava de uma obrigação, pessoas que viviam pechinchando e tentando abaixar os preços que você pratica e, para isso, criaram 1001 argumentos infundados, não é?

É exatamente essa a importância de desenvolver o processo educativo do seu lead. Quando ele chegar até você, já vai ter a ciência de que não há “mal necessário”, mas uma profissão que cuida da saúde empresarial e é capaz de alavancar resultados se utilizando de diferentes maneiras comprovadas.

Mas, ainda sobre o marketing de conteúdo, existem algumas coisas que ninguém fez questão de te contar e que, eu mesma, só aprendi no dia a dia.

O que nunca te contaram (e nem vão)?

Apesar de o marketing de conteúdo ser uma estratégia TOP, para que ele se torne infalível, é preciso estar alinhado a muitas outras questões que se relacionam com o seu posicionamento na internet, por exemplo:

  • Desenvolvimento do site preparado para receber o marketing de conteúdo;
  • Site desenvolvido em conformidade com os aspectos necessários para ranqueamento nos mecanismos de busca (SEO);
  • Responsividade do site;
  • Tom de voz alinhado ao público-alvo e à persona;
  • Qualidade dos conteúdos;
  • Materiais desenvolvidos com foco nas necessidades e desejos do seu público; entre várias outras.

E tem mais algumas coisinhas que nunca te falaram…

Sites novos não devem trabalhar o marketing de conteúdo pago logo de cara, isso porque existe um tempo de maturação não apenas da plataforma, mas das otimizações feitas para você ser encontrado no Google, além da elevação dos preços das palavras-chave que, se não estiverem bem trabalhadas e ranqueadas, podem fazer com que você gaste muito mais do que o necessário.

Mas, de qualquer forma, essas são apenas algumas curiosidades sobre marketing de conteúdo, já que, se você quiser e não estiver ligando para esses pontos, vai ignorar tudo e simplesmente seguir em frente gastando mais do que o necessário para ter menos resultados do que, de fato, poderia ter.

Como usar o marketing de conteúdo na contabilidade?

Assim como eu já disse antes, o marketing de conteúdo na contabilidade depende de muitos fatores e, entre eles, estão: conhecer o seu público, saber o que as pessoas podem gostar de ver no seu site, identificar necessidades latentes…

Mas, existe um ponto que você nunca pode ignorar se realmente quiser ter sucesso usando essa estratégia: sites, blogs, mídias sociais e as demais áreas separadas para conteúdo não são a frente da sua empresa contábil, onde é possível facilmente posicionar uma pessoa para entregar panfletos falando apenas dos serviços que você presta.

Ou seja, é preciso divulgar conteúdo de qualidade ao invés de apenas falar sobre os serviços que você e sua empresa prestam.

Por isso, você precisa entender…

Qual é a forma certa de fazer marketing de conteúdo?

Essa é uma pergunta que absolutamente todo mundo se faz, até mesmo quem já trabalha com marketing há anos, afinal de contas, o mercado digital não para de mudar e as preferências do público menos ainda.

Mas, mesmo que não haja uma metodologia específica, encontramos por aqui uma forma de gerar muitos resultados — vou te mostrar ela daqui pouco —, mas, antes, você precisa entender quais são os dois resultados mais importantes do marketing de conteúdo…

Tráfego

O tráfego se refere à quantidade de pessoas que consomem o seu conteúdo dentro de um período de tempo definido — geralmente, 1 mês —, e para que você possa mensurar isso, é necessário entender os dois tipos de geração de tráfego:

Tráfego orgânico

O tráfego orgânico é aquele que acontece diretamente pelos mecanismos de busca, sem a incidência de compra de palavras-chave para ranqueamento. Ou seja, com este tipo de tráfego, você cria seus conteúdos, otimiza para os mecanismos de busca e aguarda os acessos. Mas…

ATENÇÃO

Não basta criar conteúdos de qualidade, existe uma forma específica para que você possa ser encontrado nos buscadores, e isso é feito através do SEO, que segue mais de 200 diretrizes muitos específicas para garantir um bom posicionamento para a sua página.

Tráfego pago

Já o tráfego pago é totalmente o oposto do orgânico — mesmo havendo a necessidade de otimização através do SEM —, já que todos os seus resultados vêm, de uma certa forma, da compra de espaço no Google, por exemplo.

Mas existem dois problemas que você precisa evitar antes de usar o tráfego pago — e, sim, ele traz resultados quando feito da maneira certa —, senão, vai ser apenas dinheiro desperdiçado:

Não ter ranqueamento orgânico

A falta de ranqueamento orgânico te faz pagar mais que o necessário em CPC (Custo por Clique) e, consequentemente, tira dinheiro que poderia ser investido em ações mais específicas e nichadas para trazer resultados a curto prazo.

Não ter qualidade e profundidade no marketing de conteúdo

Sendo bem sincera, o tráfego pago não é algo bem visto por quem já conhece SEO, afinal, quem é bom faz “na raça”.

Mas, isso piora ainda mais quando não existe profundidade no conteúdo, uma vez que todos sabem que não seria possível conseguir ranqueamento na primeira página com conteúdos de baixa qualidade

Sendo assim, esteja atento! Caso tenha a pretensão de investir em tráfego pago, ao menos foque na máxima qualidade do seu conteúdo, assim, será mais fácil, até mesmo, aumentar as suas taxas de conversão.

Aliás, falando nela…

Conversão

A conversão nada mais é que a quantidade de pessoas que se interessam pelos seus posts, entendem e identificam uma dor, necessidade ou desejo e, consequentemente, escolhem você como fonte geradora de resolução.

Mas, não vá achando que isso é simples de ser feito, porque, como você mesmo já pôde perceber, existe muita coisa para alinhar antes de pensar em conversão.

Contudo, depois de seguir todas as recomendações, chega a hora de definir o seu foco:

VOCÊ PREFERE VENDER OU TER MUITOS ACESSOS?

Se a sua escolha for ter muitos acessos, mas poucas ou nenhuma venda, você pode procurar canais que te ensinem a monetizar um blog — e já pode aproveitar para deixar de lado a contabilidade, já que, sem vendas, sua empresa não vai durar muito tempo.

Mas, se o seu foco é vender, eu vou te dar uma fórmula bem legal!

Dá uma olhada!

➖ Tráfego ➕ Conversão = Venda!

Todo mundo que entra para o mundo digital se confunde logo de cara, afinal, as pessoas acabam pensando que ter um grande tráfego é sinônimo de muitos clientes entrando, e pode até ser, mas isso, não necessariamente, significa que você vai ter oportunidades de venda.

Por isso, invista em métodos que não tragam tanto tráfego para você, junte o SEO e SEM com uma pitada de storytelling e muito copywriting e veja a mágica das oportunidades de venda começarem a surgir através do seu marketing de conteúdo.

Claramente, você não vai deixar de lado os conteúdos atrativos que geram a atenção dos usuários. Você pode pegar temas que abordem uma dor, necessidade ou desejo, entregar respostas e ajudar o seu leitor a sanar um pequeno problema, mas sempre esteja focado na conversão e, portanto, na geração de oportunidade de venda.

Então, se você quiser fazer isso, existe um guia bem simples…

A estrutura básica de um conteúdo que vende na internet

Existem centenas de estruturas para você escrever um artigo de blog, por exemplo, mas apenas uma delas é capaz de fazer com que o seu prospect não saia de lá sem pensar na possibilidade de entrar em contato com você para entender quais serviços presta e se, de fato, você é capaz de desenvolver todas as soluções que promete.

Contudo, apesar de isso ser quase uma regra, é preciso prestar muita atenção, uma vez que, assim como eu disse antes, você vai precisar conhecer muito bem o seu público e estudar cada uma das características que o compõe para, assim, saber se essa fórmula é válida, mas, de qualquer maneira, aqui está:

  • Título/headline: pense em algo impactante. Não precisa ser algo que gere medo, necessariamente, mas precisam ser palavras que se conectam com o usuário;
  • Introdução: fale do problema ou desejo, utilize gatilhos mentais e faça com que seu leitor pense na necessidade do seu serviço;
  • Desenvolvimento dos tópicos: crie uma linha de raciocínio lógico que se conecte com a dor ou desejo do público, conte histórias e fale que você já esteve no lugar dele, se for preciso. Apresente argumentos que sejam capazes de embasar sua narrativa, mas não leve isso para um tom de discussão;
  • Fechamento: apresente sua solução. Ela não precisa, necessariamente, ser algo criado por você… utilize descobertas e possibilidades que o mercado já conheça para transformar sua atividade do dia a dia em algo único que gere o desejo de compra;
  • Chamada para ação/Call to Action: este é o momento onde você vai convidar o seu prospect a entrar em contato ou clicar em um botão de compra estrategicamente posicionado. Contudo, você precisa sempre se lembrar de que, apesar da possibilidade de compra dos serviços contábeis, de forma direta, 99% das vendas são consultivas e com contato direto entre consultor e comprador.

Quando o marketing de conteúdo começa a dar resultados de verdade?

Agora que você já entende muito bem o que é marketing de conteúdo, o porquê de usar ele nas suas estratégias e como fazer do jeito certo, deve estar se perguntando quanto tempo você vai levar para começar a ver os resultados, né?!

A resposta para essa pergunta é bem simples: tudo vai depender de você e se você está ou não atuando sozinho!

Hoje, eu trouxe para você várias técnicas que, de fato, trazem resultados… tantos que eu mesma uso isso nas estratégias da minha agência. Mas, você precisa entender que focar em marketing de conteúdo exige muito conhecimento e não é apenas um gestor de marketing interno que vai dar conta de fazer tudo isso sozinho para você, afinal de contas, para um único cliente, eu tenho cerca de 15 especialistas trabalhando alinhados….

Especialistas em planejamento de marketing, redação, copywriting, tráfego pago, tráfego orgânico, CRO, design, desenvolvimento web front-end, desenvolvimento web back-end, atendimento, suporte técnico, gestão de mídias e muitos outros. Então, não se iluda pensando que apenas uma pessoa vai dar conta de tudo para você, porque não vai.

Sendo assim, se você quer ter resultados consistentes no tempo certo e com a certeza de que não está apenas “fazendo por fazer”, me chama no zap. Como eu já disse, são muitos profissionais trabalhando focados apenas no seu sucesso, e garantir isso é proporcionar um futuro de grandezas para a sua empresa contábil.

Eu estou esperando por você!

 

 

 

 

Marta Giove

CEO – Grupo DPG

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco

Somos uma Agência de Marketing Digital para Contadores e Advogados em SP. Com certeza, podemos ajudá-lo a transformar o seu negócio!

Vamos elevar sua empresa ao próximo nível?

Estamos esperando por você… até logo.

Acesse nosso Facebook: @GrupoDPG.Digital

Quer Aprender A Conquistar Clientes?

Então, preencha o cadastro abaixo com seu nome e email agora, e vamos enviar o que você precisa saber por email!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *