Site Para Advogados

Como um Site para Advogados pode aumentar a sua carteira de clientes

Como um profissional advocatício, você provavelmente já se perguntou – e mais de uma vez – como aumentar a carteira de clientes? E a resposta está em ter um site para advogados!

Mas, calma. Mesmo se você já tiver um site para advogados que lhe represente, saiba que este post ainda pode ser muito útil para você!

Primeiro, traga à mente a sua ideia do que seria um site para advogados ideal para o seu negócio. A partir daí, você poderá começar a ter uma ideia do quão correto o seu posicionamento na web está.

Agora, pergunte a si mesmo – e confira os resultados no seu website (caso tenha um):

  • O meu site é responsivo?
  • Ele foi construído pensando na jornada de navegação e na experiência do meu cliente?
  • Será que ele é atrativo o suficiente para manter os visitantes ativos e engajados?
  • Possui conteúdo relacionado ao seu público-alvo?
  • Atrai apenas visitantes qualificados, isto é, interessados no que você oferece?

Se todas as respostas para essas perguntas forem sim, significa que o seu site para advogados está pronto para receber os visitantes da forma correta e aumentar a sua carteira de clientes.

Porém, se as respostas forem não, você possui um site obsoleto, que não terá a total efetividade esperada para o seu negócio.

COMO AUMENTAR A CARTEIRA DE CLIENTES COM UM SITE RESPONSIVO

Quando o site para advogados é responsivo, ele se adapta aos dispositivos pelos quais o usuário irá navegar. Isso significa que a sua página na web poderá ser visualizada por celulares e tablets sem problema algum. E, em suma, é isso que a responsividade significa: uma página facilmente adaptável e coerente com as necessidades do cliente.

Prezar por esse tipo de técnica garante que qualquer usuário poderá acessar o site de qualquer parte do planeta, sem precisar se preocupar com a visualização ou experiência de navegação.

Pouco a pouco, a estrutura do seu site ficará conhecida e seus clientes conseguirão se identificar facilmente com o seu negócio e permanecer acessando as suas páginas.

Mas, isso não é tudo. Um site responsivo não é muita coisa, caso as outras práticas não estejam alinhadas.

Para que os resultados obtidos sejam realmente eficientes, é necessário que a jornada de navegação do usuário seja levada em consideração. Para que você entenda melhor do que estamos falando, ilustraremos melhor com o exemplo abaixo:

Imagine que o seu cliente chegará no seu site. E o que virá a seguir?

É preciso construir alguns caminhos que o levarão a, eventualmente, adquirir os seus produtos ou serviços, dependendo do que você oferece.

O erro está em crer que simplesmente jogar ofertas de produtos e serviços na tela do consumidor irá funcionar. É preciso percorrer todo um processo para, em determinado momento, chegar à decisão de compra.

Contudo, o que leva um visitante a decidir adquirir o que você oferece?

Precisamos entender o que leva uma pessoa a comprar algo, independentemente disso ser um serviço ou um produto. A ideia aqui não é compreender, de forma específica, o que leva pessoas a fazerem compras, mas somente referir-se ao que influencia o processo de aquisição geral.

O PROCESSO DE COMPRA

Inicialmente, alguém busca obter um produto ou serviço por uma das seguintes razões: necessidade ou desejo.

Em algum momento durante o processo de decisão de compra, podem haver influências internas e externas que contribuem para a compra ou para a desistência, dependendo do grau de influência dos fatores influenciadores sobre a pessoa em si.

Além disso, é possível que alguém sinta uma necessidade de compra para algo, mas, em determinado momento, essa necessidade é suprida por outro produto ou serviço. Novamente, estamos falando de influências. E quando a necessidade termina, mas o desejo de comprar permanece?

Então, significa que a pessoa não precisa realizar a compra, mas quer fazê-la, independentemente do motivo – o que caracteriza o desejo. E, nesse caso, será preciso que o desejo se mantenha suficientemente forte até que a compra seja realizada.

Como você pode perceber ao realizar uma análise sobre si, necessidades e desejos possuem diversos graus de influência sobre a sua decisão de compra. Esses são alguns dos fatores internos que podem levá-lo a adquirir um produto ou não.

Os fatores externos podem ser motivos de força maior, como contratempos ou desafios pessoais, por exemplo. Também podem ser enquadrados nessa categoria pessoas como famílias, parceiros e amigos.

TRAZENDO OS DESEJOS E AS NECESSIDADES À TONA COM UM SITE PARA ADVOGADOS

Quando falamos de um site de advogados, precisamos ter em mente que, para aumentar a carteira de clientes, é necessário ter cuidado com as estratégias utilizadas, a fim de não ferir nenhuma norma da OAB no processo.

Logo, o marketing digital para advogados deve ser realizado com bastante cautela. Com isso em mente, podemos compreender que a melhor forma de aumentar a carteira de clientes na internet é através do Marketing de Conteúdo.

O Marketing Digital Jurídico é de grande auxílio nesse aspecto, pois, através dele, é possível disseminar conteúdo relevante para seus visitantes qualificados e direcioná-los rumo a uma verdadeira jornada pelo seu website, que normalmente resultará em uma conversão.

O Marketing de Conteúdo para Advogados tem como foco informar o visitante sobre assuntos relacionados aos desafios que podem ser solucionados por meio da advocacia. Dessa forma, o visitante vai, ao navegar e ler textos, sentindo que os posts fazem total sentido para ele e caracterizam uma possível solução para os seus problemas.

Mas, é só isso? A resposta é não.

Ainda será preciso oferecer algo vantajoso o suficiente para que ele se interesse em compartilhar os dados de contato com o seu escritório de advocacia. Disponibilizar um eBook para download é uma das formas de captar dados dos visitantes. E esse compartilhamento é chamado de conversão.

Independentemente de qual seja a forma que você utilizará para realizar a conversão, será preciso investigar toda a trajetória do visitante pelo seu website, a fim de compreender suas dores antes de efetuar um contato telefônico ou via e-mail.

Esse é um fator determinante, já que um primeiro contato preciso é ideal para impactar o futuro cliente.

Um bom conteúdo pode fazer com que um visitante traga à tona os seus desejos e necessidades mais íntimas, coisas que ele nem mesmo sabia que precisa ou quer, tornando-os latentes.

VISITANTES QUALIFICADOS SÃO IDEAIS PARA O SEU SITE PARA ADVOGADOS

E isso é uma regra. Não adianta publicar conteúdo de qualidade, compartilhar os posts no Facebook, chamar amigos para curtirem sua página, família e etc. Ao fim do dia, o que realmente conta é o engajamento do seu público-alvo e as oportunidades de venda.

Se você quer adquirir mais leads, será preciso direcionar o seu conteúdo diretamente para o público que possui interesse no assunto. Do contrário, será como falar sobre sorvete para pessoas que não gostam de sorvetes.

Reflita se o seu site possui essa s características. Se você pensa em ter um website para advogados, tenha em mente que esses atributos são o diferencial que separa você, advogado, da venda dos seus serviços.

Invista em uma boa estratégia de Marketing Digital Jurídico e garanta que o seu negócio crescerá!

Que tal descobrir mais sobre o que você está perdendo por não possuir uma estratégia de marketing digital jurídico?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *