Capital Social

Site jurídico – ele precisa ser maior que o seu escritório de advocacia!

Quando um advogado decide que precisa ter um site jurídico, em muitos casos, é porque ele sente que precisa aumentar a sua carteira de clientes e não conseguiu fazer isso de nenhuma outra forma.

Já falamos de como um website para advogados ajuda a aumentar a carteira de clientes de um escritório de advocacia. Entretanto, é preciso ter em mente que um site jurídico não deve ser criado simplesmente para aumentar a sua lucratividade, ainda que essa seja a finalidade.

O ideal é que o seu site jurídico seja capaz de entregar valor para os seus visitantes, seja através da produção de um conteúdo relevante para o seu público, a disponibilização de material de interesse para download ou qualquer outra forma de manter o visitante engajado.

O que muitos advogados temem é a possibilidade do seu site receber visitas demais e seu escritório se tornar “obsoleto”. Esse tipo de pensamento deve ser esquecido e trancado a sete chaves. Se o seu site jurídico é realmente bom, não há como o seu escritório ficar para trás!

Vamos entender melhor?

O QUE É UM SITE JURÍDICO MAIOR QUE O ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA?

Primeiro, esqueça quaisquer medos irracionais relacionados à internet. É preciso que, ao invés de enxergar a web como um mar aberto e sinônimo de desolação, você a veja como um oceano de oportunidades. E quanto mais fundo você mergulhar nesse conceito, mais fácil será vender o seu peixe!

Ainda aproveitando o jogo de palavras com oceano, é preciso lembrar que a captação de clientes para escritórios de advocacia funciona de forma lenta e, muitas vezes, difícil. Não é incomum que os negócios que não possuem sites jurídicos acabem por morrer na praia e que os advogados passem longos períodos sem um caso nas mãos.

Há uma forma de prevenir isso? Sim. Mas prepare-se, pois a lógica por trás disso pode ser um pouco confusa, mas só no começo. Ao final, você entenderá!

Um site jurídico maior que o escritório de advocacia é um website que possui a finalidade de captar clientes, mas que não utiliza métodos para fazer isso de forma direta. É mais uma questão de atração.

Um dos motivos para isso é que as normas da OAB não permitem que as estratégias de Marketing Jurídico sejam agressivas ou possuam qualquer aspecto apelativo. Logo, tudo tem de ser bastante sóbrio e discreto.

O outro é ainda mais simples: não adianta jogar um produto ou serviço na frente de um visitante e esperar que ele jogue dinheiro na tela. É preciso convencê-lo de que ele precisa adquirir isso e que os benefícios trazidos pela solução oferecida serão memoráveis.

E, antes que prossigamos, memorável significa que ficará guardado na memória, o que não representa, necessariamente, algo grandioso. Esse termo é comumente associado à grandiosidade. Você não precisa criar uma estátua do seu cliente e enviá-la como brinde para que seus serviços se tornem memoráveis.

O SERVIÇO MEMORÁVEL

O primeiro passo para entregar um serviço realmente memorável é cumprir o prometido. Logo, se você, como advogado, promete que o conteúdo oferecido irá ajudar o visitante, esse conteúdo deverá ser eficaz. O mesmo vale para serviços.

Após isso, invista em benefícios. Faça o seu cliente se sentir importante – e ele é – e dê motivos para que ele se mantenha próximo a você.

Construa uma relação transparente, amigável e lucrativa para ambas as partes. Dessa forma, você atrairá muito mais clientes e conseguirá manter aqueles que já receberam os seus serviços. Afinal, você não quer que um cliente seu faça negócio com outro advogado no futuro, não é?

Existem exceções? Sim. Será possível agradar 100% dos seus visitantes? Não!

Mas, você deve se esforçar da mesma forma. Forneça as soluções que o seu nicho precisa e você terá um site que cresce cada vez mais.

Com o tempo, o seu site jurídico chegará a um ponto onde você não irá apenas captar clientes para o seu escritório de advocacia, mas também terá visitantes fiéis que irão esperar o seu conteúdo de forma periódica, buscando sempre aprender mais. Significa que o seu website terá se tornado independente do escritório.

Essa independência é fruto do crescimento e é algo necessário. O nome será o mesmo do escritório, você ainda receberá clientes por lá, mas também existirão visitantes fiéis que frequentarão o seu site jurídico, mesmo que não precisem de um advogado.

E isso é ótimo! Se em algum momento essas pessoas precisarem de um advogado, elas já saberão para quem ligar, já que confiarão no seu trabalho, com base no conteúdo que você oferece.

EM OUTRAS PALAVRAS…

Significa que você deverá pensar na construção de um site jurídico de alta qualidade, com um bom direcionamento de público, pensando sempre na experiência do usuário, na qualidade da leitura e na jornada de acesso do seu visitante.

Dessa forma, você deixará aquele objetivo de aumentar a sua carteira de clientes como um pano de fundo para o que você está fazendo. Isso porque o fim já existe. Agora, é a hora de criar os meios para isso!

E essa é a parte que a maioria dos empreendedores – independentemente do ramo de atuação – sofre para entender. Se o objetivo é captar mais clientes, como não devo pensar nisso diretamente?

Isso nos leva a outro assunto que também já comentamos por aqui: o marketing jurídico digital.

Um site jurídico que aplica as já mencionadas estratégias de marketing de conteúdo, somadas a outras técnicas de marketing digital, praticam a atração de clientes, de forma que estes encontram e se mantém presentes no seu website pela sua própria vontade, dados os benefícios oferecidos.

Para tanto, é preciso imaginar o seu escritório como uma caixa. Ele possui quatro paredes, se limita a um espaço específico e o seu alcance também possui limites. Um site jurídico possui como limite as barreiras de idiomas. E só!

Que tal começar a expandir seu escritório de advocacia com um site jurídico? Comece a marcar presença na web e torne-se uma verdadeira referência para a advocacia!

Se você ainda tiver alguma dúvida, não deixe de entrar em contato com o Grupo DPG. Somos uma agência de marketing digital com foco em sites e conteúdo jurídico.

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *