Quero Tudo Novo

Quero tudo novo! Nesse mundo velho.

Por Marco Aurélio Gomes de Sá

A assessoria contábil nos últimos anos vem evoluindo juntamente com as ferramentas tecnológicas, que é bem uma das características dessa ciência.

Sim, é verdade! Se puder visitar o Museu da Contabilidade que está sediado no Conselho Federal de Contabilidade aqui em Brasília, poderá ver o quanto essa ciência evolui, acompanhada dessas belas e eficientes máquinas.

Agora, o desafio é sair do mundo analógico para o digital. Sim, por incrível que possa parecer, ainda usamos PAPEL como nunca! Claro, está diminuindo, mas não a um nível que poderemos dizer… NÃO USAMOS MAIS PAPEL.

Nessa mudança de contexto (analógico x digital) as relações comerciais entre as empresas de assessoria contábeis e seus clientes estão sofrendo com o fato de estarmos alinhados com esse mundo novo (ou novo mundo) enquanto nossos clientes ainda insistem em querer que fiquemos preso ao mundo velho (ou velho mundo do papel)

Sabe aquele ditado: “Um olho no peixe outro no gato” pois bem, sempre usei o seguinte ditado: “Olho de águia e outro de coruja”. As Ciências Contábeis são assim, um olho para enxergarmos em longa distância e um outro para enxergarmos inclusive na escuridão.

Acontece que nesse mundo novo, onde o papel provavelmente não será usado como forma de certificar que se trata de um documento, pois, os arquivos eletrônicos com assinatura feita por um Certificado Digital nos poupará desse trabalho. É nesse mundo novo que nossa remuneração será baseada em RELAÇÕES e não em PROCESSAMENTO apenas, teremos relacionamentos onde o cliente determinará se optará por um mais distante (totalmente virtual) um relacionamento não tão distante (virtual e semipresencial) e um totalmente presencial.

Em suma, pense que seu cliente determinará se ele quer acessar o serviço e ele mesmo produzir as informações que julgar importantes/necessárias, se ele vai optar por um atendimento tão virtual, porém, com uma pequena intervenção de atendimento humano (sem aqueles atendimentos automatizados de centrais de Call Center) e um outro tipo totalmente presencial, onde o mesmo terá uma intervenção de ações de atendimento totalmente humanizadas.

Quanto mais virtual, menor a remuneração, quanto mais humanizada, maior a remuneração.

O problema é essa transição entre o HOJE – que já é passado – e o futuro – que já é presente.

E viva as Ciências Contábeis, que é capaz de ser tão CONSERVADORA em seus princípios, porem extremamente vanguardista em sua execução.

Marco Aurelio Gomes de Sá

Contador CRC/DF 010.547/O-7

MGS Serviços Contábeis

www.grupomgs.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *