Marketing Na Contabilidade

COMO O MARKETING NA CONTABILIDADE PODE MUDAR A HISTÓRIA DA SUA EMPRESA

Hoje embarcamos em mais uma jornada nessa serra pelada do empreendedorismo. Com esse texto, quebraremos um mito que muita gente espalha por aí: Marketing é vender? Vamos analisar conceitos básicos e discutir o marketing na contabilidade.

Muitos acreditam que sim – o marketing se resume a vendas. E devo dizer que sim, de certa forma, são duas coisas diretamente relacionadas. Porém, o Marketing vai muito além do ato de entregar o serviço nas mãos do cliente, caminhando desde uma análise daquele que receberá seu atendimento, partindo para a entrega e se estendendo até a garantia de que o consumidor, colaborador ou prospect se sentirá satisfeito e, provavelmente, surpreendido – estamos falando da entrega de valor. Citarei três tópicos com algumas dicas práticas para aplicar na sua empresa contábil.

Antes de falarmos sobre como fazer, precisamos entender o porquê. Segundo Philip Kotler, o pioneiro do marketing que mudou a forma de vender e se relacionar com os clientes, é preciso entregar valor. O cliente precisa perceber isso e, então, os preços por serviços deixarão de ser a preocupação principal, visto que ele se sentirá beneficiado pelas vantagens oferecidas por um produto ou serviço.

Basicamente, entregar valor é fornecer ao cliente o básico que ele espera pelo seu produto ou serviço. É preciso atender as necessidades da clientela e fazer jus às expectativas criadas por você.

Vivemos numa era onde a transparência é fundamental para a fidelização dos clientes e não entregar o que é prometido pode ser extremamente prejudicial para a imagem da empresa. Porém, não é só isso. É preciso surpreender e oferecer benefícios e vantagens que façam o cliente se sentir importante. E ele é importante, pois sem demanda não há serviço!

Agora, falaremos sobre como conseguir fazer tudo isso. Não é uma tarefa simples, mas está bem longe de ser impossível!

O marketing na contabilidade requer que entendemos algumas coisas:

  1. Organize todos os processos de sua empresa, principalmente no que diz respeito à comunicação com seus clientes. Sem isso, até é possível adquirir novos clientes, mas esses não deverão ficar ao seu lado por muito tempo. Quando iniciamos, queremos crescer e alçar voos maiores. Não há problema nenhum com isso, porém, é comum que esqueçamos ou ignoremos diversos processos de atendimento, seja por conta da preocupação com as contas ou do acúmulo de tarefas a serem realizadas. E é aí que os clientes vão embora – acredite, falo por experiência própria.
  2. Invista em seus colaboradores. São eles que irão se comunicar com seu cliente de forma direta. Invista em treinamentos de capacitação, principalmente para o atendimento ao cliente. Guie-os, ensine-os sobre a importância de valorizar a humanidade de cada um e o exercício da empatia real. Escute-os! Eles podem aprender com você, mas um bom professor também aprende com seus alunos.
  3. É preciso aprender a contratar. Não adianta investir tempo e dinheiro em candidatos que não condizem com o perfil da empresa. É claro que todos podem aprender e se aprimorar, mas um colaborador frustrado é mais prejudicial à saúde da empresa e do ambiente do que a ausência de um cargo. Seja paciente e aprenda a encontrar pessoas alinhadas com seu propósito – mas não se esqueça de entender os propósitos do colaborador e atender as expectativas criadas.
  4. Por fim, invista em você. Capacite-se com cursos que te ensinem a criar algum diferencial para o cliente. Preocupe-se sempre em fazer o seu melhor e não deixe de gerar valor para seus clientes e colaboradores. Não é uma tarefa fácil e erros acontecerão durante o percurso. Mas lidar com os erros da forma correta é fundamental, aprendendo e aprimorando as próximas etapas, faz parte do “fazer diferente”. Um bom líder reconhece que, às vezes, é necessário ficar até mais tarde na empresa e renunciar a alguns dias de descanso. Objetivos e metas demandam esforço e sacrifícios – mas não deixe de tirar um tempo só seu, pois isso influenciará na sua capacidade cognitiva e no seu humor, dois elementos fundamentais para nos conectarmos com outras pessoas e ambientes!

Essas pequenas dicas de marketing contábil deverão te ajudar a aumentar o valor percebido pelos seus clientes e colaboradores. Antes de partir para a aquisição de novos clientes, cuide daqueles que já estão com você. Afinal, antes de recebermos uma visita, precisamos primeiro arrumar a casa e garantir o conforto para esta pessoa, correto? Então é hora de praticar. Com isso, você estará de portas abertas para o crescimento e conseguirá otimizar processos, aumentando seu faturamento e mantendo sua empresa de contabilidade na memória e no coração dos seus clientes. Lembre-se: nada como uma boa indicação por um cliente satisfeito!

Se você gostou destas dicas, espalhe para seus colaboradores e amigos!

Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *