Dono De Empresa De Contabilidade

“Dono de uma empresa contábil” ou “Empresário de Contabilidade”. Quem é você?

“Existe uma conversa acontecendo no mundo corporativo contábil e você precisa fazer parte dela”!

Olá amigos contadores, tudo bem?

Promover uma cultura de compartilhamento de ideias e conhecimentos gerais no empreendedorismo pode ajudar empresas parceiras, fornecedores de serviços e, principalmente, clientes a preencherem lacunas cognitivas, melhorar a eficiência, aumentar a inovação, incentivar a liderança e muito mais.

Foi pensando nisso que a nossa CEO – Marta Giove – teve uma brilhante ideia – Criar um Grupo no Whatsapp para discussões e dicas sobre Marketing e vendas de serviços contábeis, de modo a agregar valores e desenvolvimento aos nossos clientes – os contadores.

 “- UAU… É um dos melhores grupos de contadores que já participei”Raphael Martins – Empresário contábil e membro do grupo).

O grupo é o que podemos chamar de “quente”.  Todos os dias, tratamos de assuntos diversos e “rolam” altas discussões sobre empreendedorismo contábil, marketing na contabilidade, vendas, além é claro, de falarmos sobre os sucessos e mazelas do segmento contábil. Se você é contador e ainda não participa desse grupo do Whatsapp ou se aborreceu de alguma forma e saiu? Meu amigo… você está perdendo uma excelente oportunidade de compartilhar momentos e ideias com pessoas incríveis, sinceras e que querem, dia após dia, crescer como empreendedores.

Uma noite de discussões altamente produtivas…

Na noite do dia 01/02/2018 aconteceu uma discussão sensacional no Grupo de Whatsapp. Um dos participantes questionou os preços de sistemas de contabilidade, a discussão começou com este assunto,  depois passou para efetividade do marketing contábil e todos os desafios enfrentados pelos profissionais da contabilidade à frente de seus negócios. Foi realmente espetacular!

No Grupo – no auge e no calor da discussão – é humanamente impossível concatenar bem um ideia especifica, de forma que todos consigam acompanhar e entender. Mas, essas discussões trazem insights incríveis, além de sacadas sensacionais, que podemos aplicar em nosso dia e fazermos “diferente”, para termos resultados diferentes.

Pensando nisso e diante do que li e reli no grupo, resolvi escrever esse artigo:

Você é um “dono de uma empresa contábil” ou é um “Empresário de Contabilidade”?

Você já parou para pensar sobre o que é ser um empresário que administra uma empresa de contabilidade ou ser um contador – proprietário, dono ou um dos donos (sócio típico) de uma empresa de contabilidade?

Vamos aos fatos – O que é ser um empresário?

Um dia desses li uma definição em um dicionário online que achei fantástica sobre o que é ser empresário. O dicionário define o empresário como:

“uma pessoa que inicia um negócio e está disposta a arriscar a perda para ganhar dinheiro” ou “quem organiza, gerencia e assume os riscos de um negócio ou empresa”.

Isso me fez observar algumas palavras-chave comuns: negócios e riscos. 

Se você não está disposto a correr riscos ou sofrer perdas em seus negócios para ganhar ou lucrar no futuro, você não é um empresário ou empreendedor, você é apenas um funcionário de uma empresa criada por você!

Empresários são pessoas que se concentram em soluções que supram as necessidades do mundo e em como podem criar meios para oferecer essas soluções.

“Como empresário contábil, seu objetivo deve ser criar meios de como oferecer valor perceptível aos seus clientes”.

Em termos práticos, o que eu quero dizer é que “você pode dirigir uma empresa e não saber operacionalizar o que sua equipe irá entregar aos seus clientes”. Em outras palavras, “ – para ser um empresário de contabilidade você sequer precisaria ser um especialista em conformidade fiscal ou em princípios contábeis, e poderia administrar a empresa de forma espetacular.

Você não precisa estar nos detalhes das operações e pode se afastar de ser um membro técnico da equipe. Em vez de ser um executor ou o principal realizador de tarefas, você pode ser o líder, inspirar seus funcionários e se fazer a seguinte pergunta:

“- Como conseguirei dar suporte aos meus colaboradores para que juntos possamos criar valor para os clientes que atendemos”?

Quero que você reflita exatamente nisso…

“O que motiva pessoas como você a empreenderem sozinhas, sem garantias de sucesso ou até mesmo ter um salário”?

Se você é um empreendedor de verdade, a resposta é bem diferente do que a grande maioria das pessoas pensa. Não é dinheiro, não é status, mas é a liberdade. Se não fosse isso, por quê você assumiria riscos sem garantias?

Você é um especialista em normas e procedimentos trabalhistas, não é? Então você sabe que “Quem quer garantia profissional, trabalha como CLT”. Simples assim!

Que tipo de liberdade o empresário procura?

Especialistas em empreendedorismo definem que empresários estão à busca de quatro áreas básicas de liberdade:

  • Liberdade de tempo;
  • Liberdade financeira;
  • Liberdade para se relacionar e
  • Liberdade de propósito.

Ao conversar diariamente com muitos donos de empresas de contabilidade, não é difícil perceber que muitos deles não experimentam o tipo de liberdade que desejam e se sentem sobrecarregados e resignados em suas carreiras. Porém, todos têm um desejo incrivelmente profundo de “liberdade de propósito”.

Infelizmente, donos de negócios ou empresas – que não atuam como empresários – têm inconscientemente uma profunda frustração por não atingirem seus objetivos. E os “donos e empresas de contabilidade” não são diferentes.

A ideia para mudar esse cenário é…

Comecem a revisar tudo o que levou vocês a tomarem as decisões que os mantém até hoje no controle e direção de suas empresas. Recuperem a autoestima como profissionais competentes que são, e definam o “POR QUE” de suas empresas existirem.

  • POR QUE vocês acordam todos os dias e fazem o que fazem?
  • POR QUE decidiram empreender?
  • POR QUE resolveram atuar e empreender nesse segmento?
  • POR QUE investiram e investem em infraestrutura e na contratação de pessoas?

Ao responderem essas perguntas, definam a missão de suas empresas e principalmente o seu propósito como empresa e empresário.

Uma empresa de contabilidade dirigida verdadeiramente por EMPRESÁRIOS está disposta a assumir riscos. Os riscos devem ser vistos como um positivo econômico, pois é assim que os lucros são produzidos e o crescimento se torna uma possibilidade real.

“- Lanço um desafio hoje aos senhores, para darem o primeiro passo de modo a entenderem se são donos de empresas ou Empresários de Contabilidade”.

Como vocês terão essa certeza?

É simples!

Quero que os senhores pensem se realmente estão dispostos a fazer coisas que outras empresas do segmento ou outros donos de escritórios contábeis não ousam o suficiente para fazê-lo.  A implementação de uma politica de preços – que você considere justo cobrar por seus serviços – é um exemplo simples para começar.

Você está disposto a fazer diferente ou continuará sendo igual a todos para não perder clientes?

Entendam que o empreendedor é um construtor que está sempre disposto a olhar para a frente e a construir algo novo, assumir os riscos apropriados e a encontrar novas soluções – que possam ser avaliadas pelos seus potenciais clientes como de alto valor agregado – para resolver e atender a questões específicas de seu cotidiano – corporativo ou pessoal.

Um contador empreendedor – empresário de contabilidade – deve gastar seu tempo principalmente inovando, criando novos pacotes e tipos de serviços, novos modelos de negócios e estruturas de equipes e processos.

“Imaginar e criar novos serviços é o que irá diferenciar uma empresa de contabilidade e torná-la única para o seu público de interesse”.

O trabalho de conformidade e de regularidade fiscal, contábil, trabalhista, previdenciário e legal exigido pelo governo, não faz o cliente perceber  um alto valor dos serviços prestados pelos seus contadores, por alguns motivos:

  • 1º No Brasil é obrigatório para toda e qualquer empresa “manter” um contador (interno ou terceirizado).
  • 2º Todas as empresas de contabilidade – na teoria – podem facilmente fazer esse tipo de trabalho.

Então, se você aumentar o preço dos serviços prestados, outro cobrará menos e – teoricamente – fará o mesmo que você faz. Sendo assim, o empreendedor estará cumprindo um norma legal e qualquer contador servirá para isso.

Você quer ser mais um na multidão ou opção principal para os seus potenciais clientes?

Tornem-se “braços direito”da gestão de seus clientes e atuem além dos números para mudar isso!

Estamos em ano de copa do mundo. Todos os senhores contadores, donos de empresas de contabilidade –  conhecem o esporte que é a preferência nacional: O FUTEBOL. E o futebol pode nos inspirar a fazer diferente!

Sendo assim, sugiro que os senhores encontrem uma maneira de “jogar” em posições onde outros “jogadores” não conseguem, conseguirão ou ousarão competir com vocês. Tentem ser estratégicos e “criem jogadas” baseadas no risco além da conformidade e da regularidade fiscal. Comecem a criar, oferecer e fornecer serviços que aumentem a percepção de valor do que você faz para os seus clientes e marquem “gols de placa”.

Dar o primeiro “passe” é fundamental…

Diante do novo cenário corporativo – estruturado pela tecnologia da informação – onde o empresário (consumidor de seus serviços) têm o poder de decisão sobre quem contratar, é muito importante que as empresas de contabilidade estejam cada vez mais próximas dos seus clientes. É fundamental também, que estejam mais focadas nas tendências e no futuro, beneficiando-se de novas tecnologias para gerar dados que definirão o futuro de seus clientes diante dos diversos ciclos econômicos globais que se apresentem.

Inovar pode ser perturbador e você pode até ter que desistir de clientes que não concordem com seu novo jeito de fazer as coisas. Quando isso ocorrer, lembre-se da máxima: “Às vezes é preciso perder para ganhar”! Sacrifique clientes se necessário, uma vez que estes possam se tornar o grande obstáculo para  seu crescimento empresarial.

Meu velho pai – Sr. Elias – é muito dado aos adágios populares e, uma vez, no auge de sua sabedoria,  me disse uma frase que marcou a minha vida: “Alex, meu filho, quem tudo quer nada tem”!

Em outras palavras e trazendo para o mundo do empreendedorismo ele me ensinou a seguinte lição: “ – Filho, já que você quer empreender, defina um perfil de cliente ideal e invista tempo, inteligência e recursos para conquista-los. Lembre-se – você não precisa vender para todo mundo”!

Então, diante de tudo isso responda com a máxima sinceridade:

Você é dono de um negócio contábil ou é um empresário de contabilidade?

Se quiser compartilhe sua opinião comigo nos comentários. Concordando ou discordando, essa troca de ideias é muito salutar e crucial para o crescimento de todos. Aguardo seus comentários!

Se você ainda não participa de nosso Grupo de Whatsapp, segue o link para que você possa ingressar hoje mesmo.

Link do grupo de whatsapp: https://chat.whatsapp.com/8shInlL2C1hANfSKOBWMmy

Sua participação irá agregar muito, pode ter certeza!

Um forte abraço à todos,

Alex de Paula

Diretor de Marketing – Grupo DPG

 

Alex de Paula

Alex é especialista em Marketing Estratégico Digital, e tem como missão principal pensar em estratégias para melhoria constante do posicionamento da marca GRUPO DPG frente ao seu mercado de atuação. Ele precisa encontrar soluções diarias para melhorar as vendas e ampliar os canais de atendimento da empresa. Ele sempre esta analisando todo o arcabouço de possibilidades da web para melhorar consideravelmente a rentabilidade do negócio. Isso quer dizer que, todo dia ele precisa se reciclar, pois a internet é muito dinâmica. Planejar, criar estratégias e executá-las com perfeição é o seu legado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *