Marketing Jurídico

Aprenda a conquistar seus clientes com o Marketing Jurídico

Quando falamos do setor jurídico, precisamos ter em mente que o advogado possui uma mente extremamente estratégica e sistemática, dedicando-a ao exercício jurídico.

Com isso, falta tempo e, às vezes, recursos para analisar estratégias de Marketing Jurídico que podem impulsionar a aquisição de clientes. Logo, tentar equilibrar as duas coisas pode prejudicar o desempenho das duas atividades.

Portanto, o Grupo DPG separou algumas dicas para que você esteja a par de algumas necessidades básicas para o Marketing Jurídico. Vamos aprender?

Primeiro, precisamos entender que o marketing não se resume apenas a vendas e anúncios em revistas. Esses conceitos fazem parte de táticas varejistas e podem não se aplicar ao seu negócio. É preciso ter cuidado, pois algumas práticas não são permitidas pela OAB!

No Marketing Jurídico não é permitido: 

  • Anúncios no rádio ou na televisão

Veicular propagandas em emissoras de TV e rádio não é algo barato. Tal prática poderia favorecer apenas os maiores escritórios de advocacia do país. Também não é permitido anunciar em revistas que não sejam do meio jurídico ou veicular anúncios próximos de produtos de consumo.

  • Utilizar nomes fantasia

É necessário sempre expor o nome do profissional em qualquer tipo de propaganda e, de forma alguma é permitido utilizar nomes fantasia que não sejam fragmentos dos nomes dos advogados envolvidos.

  • Divulgar serviços oferecidos

O advogado não deve divulgar possíveis causas de contratação, como recuperação judicial, por exemplo.

  • Realizar consultas gratuitas no site

Uma das restrições que mais incomodam o advogado que possui um website. Mas não deve ser motivo de preocupação, já que a produção de conteúdo pode facilmente agregar valor ao website. Falaremos disso mais a frente.

Definir o marketing como estratégia de vendas é, no mínimo, subestimar a capacidade total do termo e da efetividade de seu exercício. Então, o que exatamente é marketing?

Segundo Philip Kotler, o “pai do marketing”, uma das definições é:

“Marketing é a ciência e a arte de conquistar e manter clientes e desenvolver relacionamentos lucrativos com eles.”

Também podemos citar a definição da American Marketing Association, de 2004:

Marketing é uma função organizacional e um conjunto de projetos, visando a criação, a captura, a comunicação e a entrega de valor para clientes, além de administrar relacionamentos com os clientes, de forma a beneficiar a organização e os stakeholders.”

O que as duas citações possuem em comum? A entrega de valor e a manutenção de clientes, de forma com que estes tragam lucro para a empresa. De nada adianta manter clientes se estes não promoverem lucratividade, e também não é nem um pouco efetivo visar o lucro sem beneficiar os clientes.

Lembre-se: valor é todo e qualquer benefício que justifique um custo específico. Então, um cliente que percebe o valor de um produto ou serviço possui maiores chances de o adquirir. É fundamental destacar todas as vantagens oferecidas pelo seu escritório e tratar o cliente como se ele fosse a pessoa mais importante para o seu negócio. E ele é!

Gerando valor com o marketing digital

Já mencionamos que existe uma forma de produzir conteúdo gratuito dentro do website. Pois bem, trata-se da produção de textos que possam educar o cliente, de forma que este venha a tê-lo como referência no assunto. Assim, é gerada confiança, fator essencial para a contratação de serviços de advocacia. É uma forma gratuita e eficaz de atingir seu público-alvo e obter novos clientes, enquanto gera valor.

Gerar conteúdo gratuito pode parecer arriscado mas, na verdade, é o contrário. Às vezes precisamos ser lembrados da gravidade de uma situação para tomarmos as providências necessárias. Se você está resfriado, dificilmente irá a um médico e, certamente não gostaria que seu vizinho lhe fizesse ir ao hospital ao dizer diversas hipóteses diagnósticas sem fundamento. O mesmo acontecerá no seu website – se o seu cliente não precisa de um advogado, deixe-o saber disso. É parte da construção de um relacionamento de confiança e que irá gerar bons frutos no futuro.

Entregar valor significa servir

Está aí um ponto que poucos gostam de falar e que menos ainda gostam de colocar em prática. Servir é parte do processo de gerar valor, pois, quando estamos efetuando a prestação de um serviço, estamos servindo. Mas, e quando estamos em uma sala com outras pessoas desconhecidas, como uma recepção ou sala de espera? Vale a pena entregar cartões compulsivamente? A resposta é não! Opte por conversar com as pessoas e coletar cartões. Isso possibilita o contato futuro e a criação de relacionamentos. Assim fica mais fácil oferecer seus serviços sem demonstrar desespero.

Seja o rei do seu negócio

Um profissional da lei possui diversas capacidades e pode agir em diferentes situações. Um mito comum é que o advogado precisa decorar cada lei existente e sempre saber o que fazer de antemão. A verdade é que o advogado que se sobressai possui habilidades para uma análise detalhada e interpretação.

Porém, é sempre bom definir uma especialidade. Destaque aquela função ou público-alvo que você conhece com maior precisão, aprimore-se e sinta os resultados

Construa sua presença

Esteja sempre presente em eventos da Ordem. É sempre bom que seus colegas de trabalho o vejam. Afinal de contas, ninguém recomenda alguém que não é visto ou que não conhece, não é? É sempre bom construir relacionamentos e ampliar sua rede de contatos.

Contrate um profissional especializado em marketing digital e jurídico

Direcione seu tempo e mente para os clientes que você já tem em mãos. É essencial obter o auxílio de um profissional de marketing, tanto no ambiente digital quanto no real. Se este profissional também for especializado em Marketing Jurídico, melhor. Assim, você poderá contar com alguém que possui as seguintes competências:

  • Compreensão do mercado e da concorrência;
  • Comunicação efetiva com o público-alvo e construção de relacionamentos com o cliente;
  • Otimização de recursos financeiros e humanos;
  • Uso de ferramentas de qualidade e análise de dados detalhada;
  • Criação de personas e estratégias de marketing fundamentais para o sucesso e a maximização do lucro;

Essas foram as dicas de hoje. Com elas, você poderá se dedicar de forma integral às causas para as quais foi contratado, enquanto um profissional especialista em Marketing Jurídico cuida da aquisição de novos clientes e manutenção dos atuais.

O Grupo DPG é uma agência especializada no Marketing Digital. Se você possui interesse em criar um escritório de advocacia digital ou possui dúvidas sobre o que aprendemos hoje, não hesite em entrar em contato!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *