Crie Rapport Com Seus Visitantes Esqueca A Linguagem Formal Ao Postar Em Seu Blog Post - Grupo DPG

Crie rapport com seus visitantes, esqueça a linguagem formal ao postar em seu blog!

Entenda como um linguagem informal é capaz de criar rapport com seus visitantes!

Toda empresa precisa ter um blog!

Um blog, além de ajudar com o posicionamento do seu negócio, ainda faz com que você construa um relacionamento com seus clientes

Agora, pensa direitinho… Será que com uma linguagem formal, toda tratada na técnica e de compreensão difícil, você consegue criar vínculo e conexão com seu público-alvo?

Vamos te levar a algumas reflexões que ficarão bem fáceis de compreender, ok?

Lembra da época em que você estava na escola ou na faculdade?

Lembra-se daquelas aulas técnicas, chatas, cansativas, que rapidamente te faziam perder a concentração e te levavam para outros cenários, seja da linguagem ou dos pensamentos?

Pois bem, é isso o que ocorre quando você não sabe criar rapport e desenvolve uma linguagem CHATA, ENFADONHA, CANSATIVA, NADA ATRAENTE e cheia de ATRIBUTOS TÉCNICOS!

E sabe o que o cliente faz ao ver que seu conteúdo é assim?

Ele sai correndo do seu blog e nunca mais volta… Sabe por quê?

    1. Porque você não soube criar CONEXÃO!
    2. Porque você não soube atraí-lo com gatilhos mentais.
  • Porque você não soube envolvê-lo no enredo da história!
  1. Resultado: ele facilmente deixa de conhecer sua marca e seus serviços, porque não se sentiu atraído!

Péssimo, concorda?

Quando você cria um blog não é isso o que você objetiva!

Por isso, hoje, nos dedicamos a falar sobre: Como atrair mais e rapport!

Vamos lá, entender melhor?

Histórias que conectam como criação de rapport

Enredos ruins existem aos montes e, quando se trata de saber criar conteúdos envolventes, uma série de técnicas devem ser inseridas para que esse entendimento seja compreendido e haja um espelhamento com o cliente.

O rapport é justamente esse espelhamento do qual estamos falando. Essa técnica faz com que, ao ler, o cliente se identifique com aquela história, com aquele enredo no blog, com aquela comunicação.

Para isso, você precisa saber entender as dores e necessidades do seu público-alvo, e não é partindo do ponto de vista pessoal, mas sim das reais necessidades e buscas dos seus clientes.

Muitas vezes, há dores que você não conseguiu perceber! Entende?

É como ocorre quando se existe um problema empresarial, ele está bem na sua frente e, por algum motivo, você não consegue enxergar! Com certeza você já viu isso acontecer em algum momento de dificuldade, ou até mesmo ainda esteja enfrentando esse desafio!

Pois é, muitas vezes temos que ser como investigadores das emoções, entender de psicologia de sentimentos, de frustrações e desejos, para só então saber como e de que maneira gerar essa conexão – que em cada segmento e para cada perfil de persona ou público, são muito diferentes!

Linguagem coloquial

A linguagem coloquial é uma das melhores, porque ela fala de coração para coração. Ela não usa de termos formais demais, que, muitas vezes, criam afastamento e frieza.

Ela atua com envolvimento, numa fala amiga, parceira e aconselhadora – o que naturalmente faz gerar interesse e maior compreensão daquele que faz a leitura dos textos em seu blog.

Compreende?

Portanto, quanto mais calorosa, ainda que ética, seja sua fala e linguagem, maior envolvimento e criação de confiança você desenvolverá para sua marca!

Por isso, se precisar de ajuda, venha conversar conosco, pois somos peritos nisso e em fazer você criar conexões profundas com seu público!

Vamos lá?

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco

Somos uma Agência de Marketing Digital para Contadores e Advogados em SP. Com certeza, podemos ajudá-lo a transformar o seu negócio!

Vamos elevar sua empresa ao próximo nível?

Estamos esperando por você… até logo.

Acesse nosso Facebook: @GrupoDPG.Digital

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *