O gigante votou

Talvez, nunca antes em uma eleição no Brasil, houve tanta preocupação em escolher bem os próximos governantes. Poucos foram os que votaram sem conhecer o mínimo sobre o seu candidato. Muitos entenderam o poder que um voto tem.

Podemos definir o dia 5 de outubro de 2014, como marcante. Mesmo os menos esperançosos tentaram ser conscientes.

Sem dúvida, os sentimentos que definiram os protestos de junho de 2013, estiveram presentes na cabine de votação. O sentimento da mudança é o mais forte.

Facebook, Twitter, Instagram, Whatsapp e outras redes sociais e aplicativos populares, foram grandes protagonistas. A troca de informações nestes meios chegou de forma realmente democrática a todos. Sem definições de tempo e conteúdo, como acontece na TV.

Mesmo assim, ainda ficamos um pouco com o sentimento de que a vitória foi de “mais do mesmo”. Tudo bem. Mas um grande passo já foi dado. Sem dúvida, ficaremos mais atentos com quem está no poder.

Esta foi a sétima votação em sequência para presidente da República no Brasil. Diante de outras democracias ainda estamos no primário. Ainda sofremos a sequela de uma ditadura que nos atrasou.

O eleitorado jovem esta cada vez mais consciente. E mesmo que em muitos Estados o “mais do mesmo” tenha vencido o sentimento de sede por justiça cresce. Ainda precisamos aprender mais sobre nosso sistema político. Entender que o poder legislativo é tão importante quanto o executivo, e que o Presidente não é um senhor de engenho que possui poder absoluto.

Agora temos o segundo turno. Serão 57 milhões de brasileiros mostrando que aquele gigante que deseja mudanças não dormiu.

E você, já sabe o poder que o seu voto tem? Preparado para o segundo turno?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *